Religião / Reflexão 04 de julho de 2019 07h44

Solidão em boa companhia

O povo estava de longe em pé; Moisés, porém, se chegou à nuvem escura onde Deus estava. Êxodo 20:21...

John Donne, poeta e pregador inglês (1572-1631), escreveu: “Nenhum homem é uma ilha, isolado em si mesmo; cada ser humano é uma parte do continente, uma parte de um todo.” Essa é uma linda mensagem sobre o senso de dependência e comunidade que deveria ser a marca dos seres humanos.

No entanto, a vida nem sempre é assim. Em alguns momentos, somos desafiados a encarar jornadas solitárias com pesadas responsabilidades. Esse foi o caso de Moisés quando Deus o chamou para tirar Seu povo do Egito. Depois de passar 40 anos no deserto, ele partiu em uma jornada solitária, que envolvia enfrentar Faraó e libertar Seu povo. Ele temeu, tremeu e insistiu com várias desculpas diante da responsabilidade pesada que havia recebido.

Ao longo de sua vida, Moisés teve que lidar com momentos fortes, difíceis e marcantes, nos quais esteve sozinho. Começou solitário, no berço de junco colocado no rio Nilo. Ao fugir para o deserto, também foi sozinho. Ao se deparar com a sarça ardente e ter um encontro com Deus que mudou sua vida, não tinha ninguém a seu lado. Na subida ao monte Nebo, caminhando para o próprio funeral, fez uma jornada solitária mais uma vez. Mesmo assim, em todos esses momentos, ele foi vitorioso. Deus preparou um dos maiores líderes de Seu povo em jornadas solitárias. Moisés não foi o único. Outros homens de Deus também foram formados no deserto da solidão: José, Davi, Abraão e o próprio Jesus.

Quando encaramos uma jornada solitária, aprendemos a não ser dependentes de outros, da aprovação das pessoas, dos aplausos e dos elogios. Nesses momentos a sós, podemos ter um encontro mais profundo com Deus e mais realista com nós mesmos. O crescimento é mais sólido e consistente. Aprendemos a depender do Senhor de maneira mais intensa.

Jesus lidou muito bem com o desafio de estar com a multidão para a convivência e Se retirar a lugares solitários para a dependência (Lc 5:15, 16). Ele sabia que sem a comunhão, alimentada nos momentos de solidão, não levaria as pessoas à salvação.

Quando o som silencia, as luzes se apagam e a noite chega, ficam somente você e Deus. É o momento de crescer, depender Dele, ter a fé fortalecida e descobrir que Ele é tudo o que você precisa para vencer. Não esqueça: um com Deus sempre será maioria.

Com informações: Meditação Matinal.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.